Loja ACIP   |   Galeria   |   Estudos   |   Mailing    |   Assinar Revista    |   Registo de Parceiros    |    Área Reservada    |    Login

Pela segunda vez em Portugal, é festejado um dia dedicado à Gastronomia Portuguesa. O Aeroporto Humberto Delgado irá acolher este dia Nacional da Gastronomia Portuguesa para dar a provar o que melhor Portugal tem a quem chega a terras Lusitanas. É já no dia 28 de maio que se celebra a grande festa do Dia Nacional da Gastronomia Portuguesa. Sobre o mote “ Sabe tão bem Chegar a Portugal” será servido como prato principal a seleção dos melhores produtos nacionais.

Nesta celebração do Dia Nacional da Gastronomia Portuguesa será entregue a distinção das Confrarias de Portugal, OPTIMUS CONVIVA, ao Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Dr. Luís Capoulas Santos, ao Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Dr. Luís Medeiros Vieira, e ao Presidente do Turismo de Portugal, Dr. Luís Araújo. Esta é uma forma de homenagear personalidades relevantes para a gastronomia do nosso país, distinguindo-as com uma das insígnias máximas das confrarias de Portugal.

Promovido conjuntamente pela Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas e pela AHRESP, o Dia Nacional de Gastronomia Portuguesa, aprovado em Assembleia da República e instituído no último domingo de maio de cada ano, contou o ano passado na sua primeira edição em Aveiro com mais de 10.000 visitantes. Nesta segunda edição a tónica principal vai para o turismo e para a internacionalização.

O Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, irá ser a porta de embarque para a comemoração deste dia, com mostras de produtores portugueses, que terão em exposição e venda os produtos mais característicos de Portugal, uma Exposição Que se Come e Que Se Bebe, criada em parceria das Escolas de Hotelaria de Portugal, e vários momentos de animação. Esta festa da gastronomia portuguesa reúne também alguns dos seus mais importantes representantes, os restaurantes de todo o país. Assim, ao longo de toda a semana que antecede o evento, dezenas de restaurantes irão disponibilizar um prato da gastronomia portuguesa com um desconto até 50%.

O Dia Nacional da Gastronomia Portuguesa é uma ação promovida conjuntamente pela Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas e pela AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, e conta com o apoio da ANA – Aeroportos de Portugal e do Turismo de Portugal, aos quais se juntam diversas instituições públicas e privadas, fazendo sobressair a importância da gastronomia nacional para a imagem de Portugal dentro e fora do país.

A Feira da Regueifa e do Biscoito & Mercado Oitocentista realiza-se de 2 a 4 de junho, no eixo central da Cidade de Valongo, que compreende as Ruas de São Mamede, Dr. Nunes da Ponte, Sousa Paupério, o Largo do Centenário e a Praça Machado dos Santos. Esta iniciativa destina-se a valorizar e promover o que Valongo tem de mais emblemático, apostando numa das suas marcas de excelência – a Regueifa e o Biscoito. Com presença garantida das principais padarias e biscoitarias do concelho de Valongo, o evento terá animação diária, com recriações históricas, exposições, grandes concertos, teatro, dança e folclore.

Consulte o programa completo em http://www.cm-valongo.pt/frontoffice/pages/567?event_id=634

 

A Alimentaria & Horexpo regressa a Lisboa, à FIL, de 4 a 6 de junho. A oferta da Alimentaria&Horexpo Lisboa  engloba atividades de dinamização que favorecem o intercâmbio comercial, formativo e informativo, permitindo a atualização de conhecimentos e contactos com o universo gastronómico e alimentar. 

Trata-se de uma excelente forma de aproveitar ao máximo a feira e conhecer aprofundadamente as novas tendências do sector e estabelecer uma relação direta com todos os agentes envolvidos. Constituem uma mais-valia facilitadora de relações comerciais tanto no âmbito nacional como internacional. 

São muitos os parceiros, económicos e institucionais, que juntamente com a Organização, desenvolvem um painel de atividades que atribuem à feira um valor diferenciador.

A ACIP vai voltar a marcar presença no Festival Pão de Portuga, em Albergaria-a-Velha, entre 9 e 11 de junho.

A tradição de fabrico de pão em Albergaria-a-Velha é centenária e é, ainda hoje, uma área de grande expressão no concelho. O reconhecimento deste traço histórico e cultural contribuiu e deu o mote para a criação do conceito do Festival Pão de Portugal.

Uma vez que Albergaria-a-Velha é um concelho onde não só existe pão tradicional, mas cuja produção sempre esteve presente no quotidiano da sua população, fazer deste local a capital do pão do nosso país revelou ser uma decisão natural e fundamentada, quer pelos séculos de História, quer pelas centenas de moinhos por ele espalhados.

A localização do concelho apresenta-se, também, como uma mais-valia no objetivo de juntar, num mesmo local, os vários pães existentes de Norte a Sul. No centro do país, Albergaria torna-se um destino central e privilegiado para acolher as diferentes variedades de pães, regueifas e broas que se espalham por terras lusas.
Por fim, a existência da recentemente inaugurada Rota dos Moinhos compõe o complemento cultural e convida à reflexão do papel fulcral desta indústria no decorrer da História.

O Centro de Atendimento Telefónico (CAT) da Autoridade Tributária e Aduaneira garante elevados níveis de eficiência no atendimento telefónico dos contribuintes e operadores económicos. Assim, se pretende saber em que situação se encontra o seu reembolso de IRS
e/ou IVA, não se dirija logo ao atendimento presencial, contacte o CAT através do n.º 217 206 707.

Mais informações aqui.

 

 

Local: Coimbra    Data: 01/04/2017    Duração: 8 horas    Preço por participante: 100

Objectivos

No final da formação, os seus participantes serão capazes de:
1. Escolher o procedimento mais adequado à circunstância da sua entidade/projeto;
2. Elaborar anúncios de procedimentos, cadernos de encargos e programas de procedimentos para lançamento de concursos;
3. Participar como júri nos processos concursais;
4. Utilizar plataforma de concursos públicos (será utilizado um exemplo específico).

Conteúdos Programáticos

PARTE 1 (2 Horas)
- O CCP
- Tipos de procedimento e obrigações de entidades
- Análise de vários casos práticos e respostas a questões da audiência

PARTE 2 (2 Horas)
- As peças de procedimento (Anúncio de procedimento, Caderno de encargos e Programa de procedimento)
- Elaboração de um exemplo de Ajuste Direto
- Elaboração de um exemplo de Concurso Público
- Elaboração de um exemplo de Concurso Limitado com Prévia Qualificação
- Concursos nacionais e concursos internacionais

PARTE 3 (2 Horas)
- O funcionamento do júri
- Relatórios preliminares e relatórios finais
- Especificidade dos procedimentos com qualificação prévia
- - Modelo simples de qualificação e modelo complexo de qualificação
- - Requisitos obrigatórios e requisitos mínimos de qualificação
- Critérios de Adjudicação – obrigações

PARTE 4 (2 Horas)
- Exemplo de plataformas de concursos públicos
- Exemplificação de funcionamento de uma delas
- A assinatura digital qualificada
- A utilização de selos temporais

Destinatários
Do interesse de Dirigentes, Gestores/as de Formação e Coordenadores/as Pedagógicos/as de entidades formadoras, Instituições particulares de solidariedade social, Responsáveis de Serviços Públicos, Empresas de Construção Civil, entre outros públicos com interesse no tema…

 

 

 

Ficha de Pré Inscrição Online: https://goo.gl/forms/Q3QlLc3rypfqudHF2

Relatório Único é um relatório anual referente à atividade social da empresa. O Relatório Único 2017 refere-se à atividade da empresa durante o ano de 2016 e é obrigatório ser entregue por todos os empregadores abrangidos pelo código do trabalho e respetiva legislação.

O prazo de entrega do Relatório Único 2017 decorre entre 16 de março e 15 de abril de 2017, de acordo com o previsto na Portaria n.º 55/2010 de 21 de Janeiro.

O mapa de férias de pessoal é acordado até dia 15 de abril, segundo o calendário laboral de Portugal. O mapa de férias deve ficar afixado nos locais de trabalho entre o dia limite de prazo de afixação e 31 de outubro, conforme a legislação do mapa de férias.

A marcação de férias deve ser feita por acordo entre empregador e trabalhador. Na falta de acordo, cabe ao primeiro elaborar o mapa de férias, com datas entre 1 de maio e 31 de outubro, salvo parecer favorável da comissão de trabalhadores e na inexistência de disposição de instrumento de regulamentação coletiva de trabalho em contrário.

Para microempresas, na falta de acordo, as férias podem ser marcadas fora deste período (entre 1 de janeiro a 31 de dezembro).

 

 

No próximo dia 29 de março, vai decorrer na sede da ACIP, em Coimbra, mais uma Assembleia Geral. Apreciar, discutir e aprovar, rejeitar ou modificar a Proposta Retificativa do Orçamento para 2017 (Candidatura do Projeto já aceite “Formação - Ação”) e apreciar, discutir e aprovar, modificar ou rejeitar o Relatório, o Balanço e as Contas do Conselho Diretivo relativos ao exercício anterior, bem como o respetivo parecer do Conselho Fiscal são os principais objetivos desta assembleia.

É a grande novidade na entrega do IRS em 2017: há um único prazo de entrega de IRS quer para os trabalhadores dependentes (categorias A e H), quer para os trabalhadores independentes (categoria B) e as restantes categorias de rendimentos.

Todos os contribuintes têm de entregar a declaração de IRS entre 1 de abril e 31 de maio, seja em papel ou pela internet.

Para alguns contribuintes esta entrega é feita automaticamente.

Fonte: www.economias.pt

SER ASSOCIADO
Conheça as condições e todas as vantagens para se tornar nosso associado e colaborador. +info »

A PADARIA PORTUGUESA
A nossa revista, sempre útil com informações actualizadas na área. +info »

FALE CONNOSCO

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  N.º Verde 800 205 449
  239 833 099
 Rua de Tomar, 11
    Apartado 1050
    3001-501 Coimbra