Loja ACIP   |   Galeria   |   Estudos   |   Mailing    |   Assinar Revista    |   Registo de Parceiros    |    Área Reservada    |    Login

Foi publicado, em Diário da República, o Aviso n.º 13745/2018, relativo ao coeficiente de atualização dos diversos tipos de arrendamento urbano e rural, para vigorar no ano civil de 2019, tendo sido fixado em 1,0115.

Veja aqui o Aviso.

A Confeitaria Framboesa – Frutas de A a Z, Lda. de Albergaria-a-Velha foi a grande vencedora no VI Concurso ACIP – “O Melhor Bolo-Rei de Portugal”, na Categoria de Melhor Bolo-Rei.

Na categoria de Melhor Bolo Rainha, a Padaria Dias – Dias & Pereira dos Santos, Lda., em Tortosendo, Covilhã, foi a primeira classificada. Por sua vez, a categoria de Melhor Bolo-Rei Escangalhado premiou a Panificadora Regional da Vermelha Unipessoal, Lda., do Cadaval.

Já a Melhor Trança de Natal foi entregue à Pastelaria Pires – Pires, Lda., de Leiria. Também em Leiria, encontramos a vencedora da categoria Inovação, a Brisanorte – Pastelarias, Lda.

Estes foram os vencedores do VI Concurso ACIP – “O Melhor Bolo-Rei de Portugal”, que decorreu no passado dia 1 de dezembro, na Quinta do Outeiro, em Tentúgal, Coimbra, e que contou com cerca de 300 bolos oriundos de norte a sul do país.

A Briosa do Mondego, Lda., de Coimbra, alcançou o segundo lugar na categoria Bolo-Rei, enquanto que a Espiga Pastelaria Padaria – Bráz & Taborda, Lda, de Ega, em Condeixa, ficou com o terceiro lugar.

Na categoria Bolo Rainha, o segundo lugar foi entregue à Docealhada Unipessoal, Lda., na Mealhada, e o terceiro lugar à Padaria Primeira Classe, Lda., em Matosinhos.

Na categoria Bolo-Rei Escangalhado, a Padaria Mister Visconde, de Coimbra, alcançou o segundo lugar, e a pastelaria Moinho Velho – Diodoro – Pastelaria Boutique de Pão, Lda., também em Coimbra, recebeu o terceiro lugar.

Já na categoria Trança de Natal, a Padaria Queen, de S. João da Madeira, conseguiu um segundo lugar, e a Padaria Lusitana, em Aveiro, arrecadou o terceiro lugar.

Na categoria Inovação, o segundo lugar foi atribuído ao Pãozinho da Avenida – Indústria de Panificação e Pastelaria, de Torres Vedras, e o terceiro lugar foi concedido à Padaria e Pastelaria Trigal – Romeu & Martins, Lda., em Águeda.

Com o principal objetivo de promover, dinamizar e dignificar o sector, este evento teve ainda como propósito impulsionar, enobrecer e proteger as principais e mais antigas iguarias do Natal.

O concurso destinou-se a todos os fabricantes de Bolo-Rei distribuídos por todo o território Português e com a sua unidade de produção licenciada. Cada industrial pôde concorrer nas seguintes categorias: Bolo-Rei, Bolo Rainha, Bolo-Rei Escangalhado, Trança de Natal e Inovação.

À semelhança da última edição do Concurso ACIP – “O Melhor Bolo-Rei de Portugal”, na Categoria Prémio Inovação estiveram incluídos todos os produtos a concurso que, pela sua Inovação e Criatividade, não se enquadrem nas denominações tradicionais do Bolo-Rei, Bolo Rainha, Trança de Natal e Bolo-Rei Escangalhado.

A Cake Designer Cátia Curado e o Chef Jorge Antunes, da Irca Ibérica, S. A. apresentaram as demonstrações técnicas que ocuparam a tarde do passado dia 1 de dezembro. Assim, a partir das 15H30, e enquanto decorreu a Prova Cega do concurso, teve início a demonstração técnica alusiva ao Natal, apresentada pela Cake Designer Cátia Curado, seguida de Coffee Break. Pelas 18H00, foi a vez do Chef Jorge Antunes apresentar as demonstrações técnicas de Bombons e Sobremesa de Natal. Pelas 20H00, teve lugar o Jantar/Convívio ACIP, no qual foram divulgados os vencedores do concurso.

Já o Sorteio de Natal, que foi efetuado pelas pessoas presentes no jantar, sorteou 750 kg de farinha, oferta Cerealis, à CiberMigalhas, Lda. O prémio da Lallemand, um Voucher Pestana Pousadas de Portugal, de uma noite para duas pessoas em Quarto Duplo Standard com pequeno-almoço incluído, foi entregue à “A Padaria”, de Fernando A. Spínola Duarte Santos. Já o Copo Liquidificador com o valor comercial de 285,00€, oferta Bensil, foi entregue à Pastelaria Vida Nova.

Os prémios de cada categoria contemplavam produtos e equipamentos de panificação e pastelaria gentilmente oferecidos pelas empresas patrocinadoras do concurso: Bensil, Cerealis, Cergold, Credin, Delta, Derovo, Docefruta, Fastfer, Ferneto, FornoEquip, Icel, Inocentro, Irca, Lallemand, Licor Beirão, Litotipo, Nogueira, Norbags, Norte Eurocao, Prodipani, Puratos, Ramalhos, Rondo e Urbinfor.

A Astropor, que cedeu os pratos para os bolos do concurso, Julieta Aparício, que fez as jalecas para os elementos do júri, e Águas Luso, que ofereceu as águas, também apoiaram este evento.

A ACIP aproveita ainda para agradecer reconhecidamente a colaboração prestada por todas as empresas já referidas na realização do VI Concurso ACIP – “O Melhor Bolo-Rei de Portugal”, que comprovaram o elevado profissionalismo e rigor que as caracterizam.

Por último, mas também com uma grande importância neste evento, a ACIP gostaria de agradecer a todos os elementos do Júri: João Moreira, Hélio Loureiro, Hernâni Ermida, Jacinta Tavares, Carlos Palmeiro, Paulo Matos, Ricardo Sousa, Marco Gomes, Paulo Torres, Sandro Meireles, Francisco Pavia, Ricardo Santos, Luís Almeida, Rafael Fonseca, David Gomes, Erik Fecha, João Breda, Beatriz Henriques, José Maria, Duarte Eira, Fernando Correia, Dora Catarino, Rui Jesus, Vitor Marques, Julieta Aparício, Paula Alves, Paulo Paiva e João Eustáquio.

 

Veja todas as fotos aqui.

Já está disponível no Portal das Finanças a funcionalidade que permite comunicar à AT – Autoridade Tributária e Aduaneira, a composição do agregado familiar e outros dados fiscais relevantes, à data de 31 de Dezembro de 2017.  

Esta comunicação deve ser realizada até ao dia 15 de Fevereiro.

 

Quem tem que fazer a atualização dos dados pessoais?

  • Todos os contribuintes cuja situação familiar se alterou durante o ano de 2017 (por motivo de casamento, nascimento de filhos, divórcio, compra de habitação própria permanente)
  • Os pais separados com dependentes em guarda conjunta e residência alternada

Mesmo que a sua situação não tenha sofrido qualquer alteração, recomendamos que consulte a sua situação no Portal das Finanças, para garantir que que os seus dados estão corretos.

 

E se eu não fizer a comunicação do agregado familiar até dia 15 de fevereiro?

Nesse caso a AT vai utilizar os dados referentes à declaração anterior quer para disponibilizar a declaração de IRS automática, se estiver no universo de contribuintes abrangidos pela mesma, quer para o pré-preenchimento da declaração de IRS geral.

 

Porque devo fazer a comunicação do agregado familiar?

Os contribuintes que procederem à comunicação do agregado familiar:

  • podem beneficiar do IRS automático, caso a sua situação o permita;
  • ficam com a sua situação fiscal atualizada relativamente à habitação permanente do agregado, o que pode facilitar o processo de atribuição de isenção de IMI;
  • os contribuintes que estão dispensados da declaração de IRS e pretendam beneficiar de benefícios sociais que estão dependentes do prévio conhecimento, pela AT, da composição do agregado familiar, deixam de ter que entregar a declaração de IRS só por este motivo.

Como posso fazer a comunicação do Agregado familiar?

Pode aceder a esta funcionalidade diretamente na primeira página do Portal das Finanças, clicando no destaque “IRS – Comunicação do agregado familiar” ou, se já estiver com sessão autenticada, pode aceder a “Serviços Tributários” > ”Serviços” > ”Dados Pessoais Relevantes”.

Não se esqueça que precisa de autenticar todos os elementos do agregado familiar, com os respetivos dados de acesso ou mediante a utilização da Chave Móvel Digital.

 

Fonte: www.economias.pt

Já estão definidos os prémios para cada uma das cinco categorias do VI Concurso ACIP - "O Melhor Bolo-Rei de Portugal". Veja aqui todos os prémios que as empresas patrocinadoras vão oferecer.

A ACIP – Associação do Comércio e da Indústria de Panificação, Pastelaria e Similares (de âmbito nacional) vai realizar o VI Concurso ACIP – “O Melhor Bolo-Rei de Portugal”, no próximo dia 1 de dezembro, na Quinta do Outeiro, em Tentúgal, Coimbra.

O objetivo principal do Concurso é premiar, promover, valorizar e divulgar o Bolo-Rei Português.

Este Concurso enquadra-se no âmbito de um conjunto de iniciativas promovidas pela ACIP.

Pelos motivos apresentados, pensamos estarem reunidas as condições necessárias para que o êxito do Concurso esteja desde já assegurado. A vossa participação contribuirá para o afirmar e impulsionar como evento de real importância para o sector da Panificação /Pastelaria.

Ao início da tarde, terá lugar o VI Concurso ACIP - “O Melhor Bolo-Rei de Portugal”, no qual poderão participar todos os industriais de Panificação e Pastelaria. De seguida, será servido um jantar.

Oportunamente, divulgaremos o programa que irá preencher a tarde, enquanto decorrerá a prova cega do concurso.

Pode consultar o Regulamento aqui e a Ficha de Inscrição aqui.

Encontrando-nos ao Vosso dispor para qualquer esclarecimento adicional.

Um Voucher Pestana Pousadas de Portugal, de 1 noite para 2 pessoas em Quarto Duplo standard com pequeno-almoço incluído (Oferta Lallemand), 750 Kg de farinha (Oferta Cerealis.) e um Copo liquidificador com o valor comercial de 285,00 € (Oferta Bensil). Estes são os prémios que a ACIP vai sortear para as pessoas que vão estar presentes no Jantar de Natal, que vai ter lugar no âmbito do VI Concurso ACIP - “O Melhor Bolo-Rei de Portugal”. 

Assim, no próximo dia 1 de dezembro, na Quinta do Outeiro, em Tentúgal, Coimbra, aproveitamos para celebrar o Natal com um jantar da família ACIP. Partindo do pressuposto que a família é um bem precioso e pilar de bem estar, convidamo-lo a estar presente neste evento de partilha, trazendo consigo aqueles de quem mais gosta.

Juntos, a família ACIP sairá fortalecida!

Participe! Aceda à Ficha de Inscrição e ao Regulamento do VI Concurso ACIP – “O Melhor Bolo-Rei de Portugal”.

A segunda edição da Feira Profissional de Equipotel, Construção, Produtos e Serviços para hotéis e similares (DECOR HOTEL) vai decorrer de 18 a 20 de Outubro de 2018, na Exponor - Porto, com organização da Exposalão. A primeira edição da feira, em 2017, bateu recordes: contou com cerca de 170 expositores, em representação de mais de 300 marcas de diversas áreas do setor hoteleiro, atraindo 5.500 visitantes. No final, a opinião era unânime: tratou-se de um certame de excelência, reunindo opiniões muito favoráveis, quer dos expositores, quer dos visitantes. Na feira estiveram em destaque as mais diversas áreas necessárias à construção e remodelação de hotéis, com a presença das empresas mais especializadas e assegurando, desta forma, que cada visitante obtivesse as melhores respostas na concretização dos seus negócios e, ao mesmo tempo, ficasse a par de todas as novidades e tendências para o setor.

As expetativas são, portanto, as melhores para esta segunda edição que pretende reunir uma grande variedade de empresas de todos os setores necessários à construção e remodelação de unidades hoteleiras.
A Decor Hotel, certame de caráter profissional, assume-se como um autêntico 'Equipotel', abarcando áreas tão distintas como a Arquitetura e Design de interiores, Mobiliário e Decoração, Interiores para WC, Palamenta e Cutelarias, Têxteis para Hotelaria, Alcatifas e Papel de Parede, Iluminação, Colchões, Mobiliário Urbano e Projetos de Decoração de Jardins e Piscinas, entre outros atividades necessárias às unidades hoteleiras.
 
A criação desta feira surge "como resposta a uma necessidade que o mercado por si só impôs: o forte crescimento do turismo em Portugal, o número crescente de unidades hoteleiras e as oportunidades económicas que este sector tem criado no nosso país", salienta o administrador da Exposalão, José Frazão. O sucesso da primeira edição veio confirmar isso mesmo, dando razões à organização para acreditar no sucesso pleno e manter a aposta no futuro do certame.

A Câmara Municipal (CM) de Coimbra organiza, no próximo fim de semana, a décima edição da Mostra de Doçaria Conventual e Regional de Coimbra, que irá decorrer no Quartel da Brigada de Intervenção (BrigInt), antigo Convento de Sant’Anna, junto ao Estabelecimento Prisional de Coimbra. A iniciativa, que promove o património doceiro de Coimbra, estará de portas abertas no sábado, das 14h00 às 23h00, e no domingo, das 10h00 às 19h00, sendo de entrada livre.

A décima edição da Mostra de Doçaria Conventual e Regional de Coimbra conta com a participação de 39 expositores doceiros, um dos quais, Francisco Muñoz, em representação dos doces de Alicante (Espanha). De forma a complementar a vertente tradicional da arte de confecionar doces, juntam-se ao evento as já habituais participações da “Colares Editora” (Sintra) e do artesanato local, representado pela tecelagem de Almalaguês, através da presença da Associação para a Preservação das Tradições Locais “Herança do Passado”, e por Maria José Nogueira, artesã conimbricense, na área dos registos de Santos.

Os expositores representam estabelecimentos comerciais ligados às áreas da Doçaria e Pastelaria e outras Associações/Confrarias do ramo.

A preciosa e doce herança de alguns conventos de Coimbra – Celas, Santa Clara e Santana – estará fortemente representada, através da presença de participantes da região centro, provenientes de Coimbra, Alcobaça, Alfeizerão, Ançã, Aveiro, Guarda, Lamego, Leiria, Lorvão, Ovar, Pereira, Pombal, Santarém, Tentúgal e Tomar. Não faltarão especialidades doceiras, como os pastéis de Santa Clara, o manjar branco, as arrufadas de Coimbra, as queijadas, as talhadas de príncipe, os suspiros, a barriga de freira, a encharcada e o pão de ló.

Mas a notável arte de manusear ingredientes como o açúcar, os ovos ou a amêndoa, entre outros, estará, também, presente nas especialidades doceiras trazidas a Coimbra por expositores oriundos de outros pontos do país, designadamente do Norte (Amarante, Braga, Cabeceiras de Basto, Caldas de Vizela, Felgueiras, Régua e Santa Maria da Feira) e do Sul (Évora, Reguengos de Monsaraz e Sintra).

A abertura oficial do certame realiza-se no sábado, pelas 15h00. Decorrerá, em simultâneo, a apresentação do espetáculo teatral intitulado “Doces picantes”, pela Cooperativa Bonifrates. Trata-se de uma criação baseada numa recolha de textos oriundos de documentos conventuais, que remetem para sentimentos amorosos caraterizados por alguma sensualidade e irreverência face ao contexto social de então.

A 4.ª edição do Concurso de Doçaria Conventual e Tradicional, organizado pela Associação de Doceiros de Coimbra – ADOC, realiza-se pelas 16h00, apelando à adesão dos doceiros que integram a Mostra, com a respetiva entrega dos Prémios prevista para as 15h00 de domingo.

No que respeita à animação do evento, a programação de sábado integra, ainda, uma atuação do Coro Carlos Seixas da Casa do Pessoal do Município de Coimbra, às 17h00. Inédito no certame é a realização de um Sunset, a partir das 18h30, associado a uma performance DJ e à prova de cocktails a partir de bebidas tradicionais.

O encerramento da animação acontecerá pelas 21h30, com um desfile de marchas populares, a cargo da Marcharte – Associação das Marchas Populares Freguesia de Cernache.

No domingo, a Mostra de Doçaria é às 10h00 e a animação começa no período da tarde. Dois espetáculos musicais fecham a programação do último dia da X Mostra de Doçaria Conventual e Regional de Coimbra: o primeiro, às 17h15, pela Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra; o segundo, a cargo da Fanfarra do Exército, sobe ao palco às 18h15, pouco tempo antes do encerramento do evento ao público que acontece às 19h00.

Com a organização de mais uma edição da Mostra de Doçaria Conventual e Regional de Coimbra, que atrai à cidade inúmeros visitantes, a Câmara Municipal de Coimbra pretende proteger e defender o património doceiro de Coimbra no mercado regional, nacional e internacional. Uma marca histórico-cultural identitária que, através desta iniciativa, mantém viva, não só, a herança dos manjares doces de Coimbra como, também, amplia a outras localidades, de norte a sul, a inquestionável importância das tão diversas especialidades doceiras conventuais e regionais existentes no nosso país.

Esta organização conta com a colaboração da Brigada da Intervenção, da Associação de Doceiros de Coimbra e da Câmara Municipal de Alcobaça.

Programa:

Sábado, dia 13 de outubro | Horário: 14h00 - 23h00

15h00
- Visita oficial ao certame
- «Doces picantes» | Espetáculo teatral | Cooperativa Bonifrates 

16h00 
- 4.º Concurso de Doçaria Conventual e Tradicional | Organização: ADOC – Associação de Doceiros de Coimbra
- Espetáculo de dança | Wolfdance - Academia de Cultura e Desporto

17h00
- Coro Carlos Seixas da Casa do Pessoal do Município de Coimbra 

18h30
- Sun set | Performance DJ
- Prova de cocktails a partir de bebidas tradicionais

21h30
- Marchas Populares | Marcharte - Associação das Marchas Populares Freguesia de Cernache

Domingo, dia 14 de outubro | Horário: 10h00 - 19h00

15h00
- Entrega dos prémios do 4.º Concurso de Doçaria Conventual e Tradicional | Organização: ADOC – Associação de Doceiros de Coimbra

15h30
- Saltimbancos | Grupo de Teatro do Centro Popular de Trabalhadores de Sobral de Ceira

16h30
- «O saber do comer» | Workshop Doçaria Conventual | Organização: Confraria dos Sabores de Coimbra
- «O Canto dos Dias» | Espetáculo teatral e musical | GEFAC - Grupo de Etnografia e Folclore da Academia de Coimbra

17h15
- Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra

18h15 
- Fanfarra do Exército

Participantes:
A Brasileira | Coimbra
Abadia de Alcobaça | Alcobaça
APOMA – Associação de Produtores de Ovos Moles de Aveiro | Aveiro
Associação de Produtores do Pão de Ló de Ovar | Ovar
Bolo de Ançã Avó Madalena | Ançã
Brisadoce | Amarante
Café Santa Cruz | Coimbra
Cafetaria D. Sesnando | Tentúgal 
Casa de Encosturas | Cabeceiras de Basto
Casa do Bolinhol | Caldas de Vizela
Casa do Pão de Ló | Alfeizerão
Casa dos Doces Conventuais| Alcobaça
Confraria dos Sabores de Coimbra | Coimbra
Convento do Louriçal | Pombal
De Maria Doçaria | Leiria
Delícias do Castelo | Santa Maria da Feira
Doçaria Paula Rosa | Reguengos de Monsaraz
Doçaria Ponto Rebuçado | Leiria
Doces Conventuais | Évora 
Dom Celestial | Santarém
Douro’s Flavours | Lamego
História à Mesa | Braga
Lágrima do Mondego | Coimbra
O Cordel Maneirista| Coimbra
Pão de ló de Margaride/António Lopes | Felgueiras
Pastelaria Arco Íris | Coimbra
Pastelaria Briosa | Coimbra
Pastelaria Cristal | Guarda
Pastelaria Moinho Velho | Coimbra
Pastelaria O Mosteiro | Lorvão
Pastelaria Queijadinha | Pereira
Pastelaria Tamoeiro | Coimbra
Pastelaria Templária | Tomar
Pastelaria Tertúlia de Sabores | Coimbra
Pastelaria Tosta Rica | Coimbra
Pastelaria Vasco da Gama | Coimbra
Pastelaria Vénus | Coimbra
Rebuçados da Régua | Régua

Participação internacional
Doces de Alicante/Francisco Muñoz | Espanha

Participação editorialColares Editora | Sintra

Artesanato

Associação para a Preservação das Tradições Locais “Herança do Passado” | Tecelagem de Almalaguês | Coimbra
Maria José Nogueira Leal | Registos de Santos | Coimbra

Encontra-se a decorrer até às 18H00 do dia 5 de novembro, o último período de candidatura de 2018, à medida Contrato Emprego. A medida Contrato-Emprego visa a concessão, à entidade empregadora, de um apoio financeiro à celebração de contratos de trabalho com desempregados inscritos no IEFP:

- Contratos sem termo - nove vezes o valor do Indexante de Apoios Sociais (IAS), ou seja, 3.860,10€.

- Contratos a termo certo, por prazo igual ou superior a 12 meses - três vezes o Indexante de Apoios Sociais (IAS), ou seja, 1.286,70€.

O apoio financeiro pode ser majorado em algumas situações:

- Contratação de desempregados residentes nos concelhos afetados pelos incêndios de 2017, situação em que o apoio é cumulável com a isenção do pagamento de contribuições para a Segurança Social;

- Contratação de beneficiários do Rendimento Social de Inserção;

- Contratação de pessoas com deficiência;

- Outras situações.

A candidatura é efetuada em https://iefponline.iefp.pt/IEFP, na área de gestão de cada entidade, através de sinalização de oferta de emprego registada nesse portal.

Antes de se candidatar, pode consultar o regulamento e verificar as regras de acesso a esta medida.

Mais informações e esclarecimentos podem ser obtidos através do Centro de Contacto, disponível todos os dias úteis das 8H00 às 20H00, telefone: 300 010 001.

Pág. 1 de 20

SER ASSOCIADO
Conheça as condições e todas as vantagens para se tornar nosso associado e colaborador. +info »

A PADARIA PORTUGUESA
A nossa revista, sempre útil com informações actualizadas na área. +info »

FALE CONNOSCO

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  N.º Verde 800 205 449
  239 833 099
 Rua de Tomar, 11
    Apartado 1050
    3001-501 Coimbra