Loja ACIP   |   Galeria   |   Estudos   |   Mailing    |   Assinar Revista    |   Registo de Parceiros    |    Área Reservada    |    Login

A Mercadona é uma das empresas de referência no setor da distribuição alimentar em Espanha. É líder no segmento de supermercados, contando atualmente com mais de 1.600 lojas. Em 2019, a Mercadona vai abrir as suas quatro primeiras lojas na zona norte de Portugal. Desta forma, a Mercadona, que está agora a conhecer e a estudar o mercado português, procura industriais de pão pré-cozido ultracongelado. Caso esteja interessado em fornecer esta cadeia de supermercados, contacte a ACIP.

Já estão definidos os prémios que os vencedores de cada uma das cinco categorias do V Concurso ACIP - “O Melhor Bolo-Rei de Portugal” irá receber. Veja aqui todos os prémios que as empresas patrocinadoras deste evento vão ferecer.

No âmbito do V Concurso ACIP - "O Melhor Bolo-Rei de Portugal", que vai ter lugar no dia 25 de Novembro, na Quinta do Outeiro, em Tentúgal, Coimbra, aproveitamos para celebrar o Natal com um jantar da família ACIP. Partindo do pressuposto que a família é um bem precioso e pilar de bem estar, convidamo-lo a estar presente neste evento de partilha, trazendo consigo aqueles de quem mais gosta.

Para um Associado e a título de presente natalício, o Pai Natal ACIP vai chegar mais cedo... trazendo no saquinho das prendas a oferta de dois anos de quotas, no montante de 300,00€. O sorteio será realizado entre todos os Associados com as quotas em dia.

Juntos, a família ACIP sairá fortalecida!

Participe! Aceda à Ficha de Inscrição e ao Regulamento do V Concurso ACIP – “O Melhor Bolo-Rei de Portugal”.

A Delegação Centro do CFPSA - Centro de Formação Profissional para o Sector Alimentar vai promover, já na próxima semana, as seguintes ações de formação:

 

1 - Formação de Sistemas HACCP  - dias 20, 21, 22, 23, 27 e 28 de novembro, das 9H00 às 13H00;

2 - Formação de Higiene e Segurança Alimentar – dias 20, 21, 23, 27, 28, 30 de novembro e 7 de Dezembro das 17H00 às 20H00;

 

Lembramos que, nestas ações, os Associados da ACIP usufruirão da Formação gratuita.

Agradecemos que os interessados entrem em contacto imediata e diretamente com a D. Preciosa (936 784 425)

 

 

Já estão abertas as candidaturas para a reposição da capacidade produtiva das empresas diretamente afetadas pelos incêndios do passado dia 15 de outubro.

O Sistema de Apoio à Reposição da Competitividade e Capacidades Produtivas, aprovado pelo Decreto-Lei nº 135-B/2017, tem uma dotação de 100 milhões de euros, e destina-se a permitir o restabelecimento rápido das condições de produção das empresas diretamente afetadas, sendo apoiadas a aquisição de máquinas, de equipamentos, de material circulante de utilização produtiva e as despesas associadas a obras de construção necessárias à reposição da capacidade produtiva.

As candidaturas deverão ser apresentadas através do Balcão 2020.

A NERC apoia, de forma gratuita, todas as empresas afetadas da Região de Coimbra que solicitem apoio no preenchimento das candidaturas.

Para proceder à candidatura da sua empresa, a empresa terá que estar registada no Balcão 2020.

Consulte o aviso aqui

Consulte o anexo do aviso aqui

Solicite o apoio através da NERC através do e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou do telefone 239 497 736.

Um dos objetivos do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS) e da Direção-Geral da Saúde (DGS) é a promoção de alimentos que contribuam para a saúde dos Portugueses. Assim sendo, o pão não poderia deixar de ser referenciado. E, como no próximo dia 16 de outubro celebra-se o Dia Mundial do Pão, a DGS e o PNPAS, no âmbito do trabalho de dignificação do consumo de pão, publicam um pequeno livro on-line sobre o pão e com receitas com pão.

Pode descarregar o referido livro a partir daqui:  

 

http://nutrimento.pt/noticias/o-dia-mundial-do-pao-celebra-se-com-receitas-do-pnpas/

São várias as razões para incluir pão na alimentação diária de um regime alimentar equilibrado: é fonte de múltiplas fibras alimentares, vitaminas e minerais, sendo também um alimento com baixo teor de sal. Mas não só…


De acordo com a Associação Portuguesa de Nutrição, “o pão é um dos alimentos que marca presença regular na maioria das mesas da população portuguesa. Atualmente, há uma alargada gama de pães com diversos formatos e produzidos a partir de diferentes cereais (p.e centeio, cevada, espelta, trigo integral), podendo incluir também outros ingredientes adicionais (p.e. frutas, ervas aromáticas, sementes e frutos oleaginosos) para melhoria do seu conteúdo nutricional e características organoléticas. Deste modo, pela importância nutricional que o pão exibe em associação com o papel que assume na cultura alimentar do país, a Associação Portuguesa de Nutrição assinala, no dia 16 de outubro, o Dia Mundial do Pão com algumas iniciativas que pretendem elucidar a população a respeito deste alimento.”


Transversal a diversas culturas e ingerido em vários momentos da jornada diária, é a multiplicidade de escolhas que torna o pão num alimento apelativo para diferentes gostos, nutricionalmente completo e amigo de todas as carteiras.


Assim, o consumo de pão deve ser adequado não só aos gostos individuais mas também às necessidades físicas de quem o consome. Para além do tipo de pão escolhido, as quantidades ingeridas devem também ser adaptadas ao gasto energético do indivíduo (idade – criança, adulto ou idoso; fase da vida – grávidas ou lactentes; se é ou não desportista – profissional ou amador; entre outros).


Para Rosa Maria Vilares, Nutricionista da Fundação Portuguesa de Cardiologia, “O pão integral, o pão para diabéticos, o pão para o coração, o pão para a hipertensão, entre muitos outros tipos de pão com misturas mais ou menos singulares, seja por motivos de saúde seja por motivos de paladar, será sempre – O PÃO NOSSO DE CADA DIA, PARA EM CADA DIA CUIDAR DO NOSSO CORAÇÃO”.


Há pão para todas as preferências… já descobriu qual o mais adequado para si?

Sobre o Grupo Cerealis:


O Grupo Cerealis é um dos mais importantes grupos agroalimentares portugueses. Este grupo emprega mais de 700 colaboradores e transforma anualmente cerca de 400 mil toneladas de cereais; a sua carteira de clientes é superior a 3 mil e os seus produtos são comercializados nos 5 continentes. O Grupo é líder nas massas alimentícias e nas farinhas industriais, mas também está presente nas farinhas para usos culinários, cereais, bolachas e soluções refrigeradas e congeladas.

A Região Centro consome cada vez menos sal no pão e nas sopas, graças ao projeto minorsal.saúde, da Administração Regional de Saúde do Centro, que assinala agora o seu 10.º aniversário. 

Este projeto abrange um conjunto de ações que englobam presentemente o projeto pão.come, já em curso desde 2007, e o projeto sopa.come, iniciado em 2009. O objetivo é reduzir o consumo de sal a nível alimentar. 

As celebrações do 10.º aniversário da Estratégia Regional minorsal.saúde vão ter lugar no próximo dia 16 de outubro, Dia Mundial do Pão, em Coimbra.

Assim, o Pavilhão Centro de Portugal, no Parque Verde do Mondego, em Coimbra, vai ser o palco de várias conferências e apresentações sobre este projeto.

Veja todo o programa das celebrações aqui.

 

A ACIP tomou conhecimento que se encontra em circulação, à semelhança do que tem sucedido nos últimos anos, um impresso intitulado “Directório Comercial Nacional – Registo Empresarial de Portugal”, acompanhada da seguinte informação:

“Encontramo-nos em processo de actualização do nosso Directório Comercial para a qual necessitamos da vossa colaboração. Por favor verifiquem os vossos dados e com a maior brevidade devolvam este documento no envelope que se anexa”. O impresso cria a falsa ilusão de que se trata de um organismo do Estado Português e que o serviço prestado por esta entidade é gratuito e destina-se a publicitar as empresas portuguesas através da publicação na internet de informações acerca da mesma.

Porém, já no fundo do impresso, em letra muito reduzida e que passa despercebido aos olhos dos leitores mais desatentos, surge a informação: “se apenas quiserem actualizar os vossos dados básicos devolvam este documento sem assinar. Se quiserem contratar um regime completo e preferente devolvam este documento assinado". Mais informam ainda que os custos por cada uma das edições anuais do serviço elevam-se para 1120€.

Assim, alertam-se todos aqueles que receberem qualquer comunicação deste teor, que antes de assinar e devolver qualquer documentação, a lerem convenientemente todo o seu conteúdo e caso seja possível consultem ajuda jurídica antes de celebrar qualquer contrato deste género. 

Para mais esclarecimentos, contacte a ACIP.

 

Desde o passado mês de julho, quem estacionar em lugar reservado a veículos de pessoas com deficiência incorre numa contraordenação grave, segundo uma lei publicada no passado dia 7 de julho em Diário da República. A lei da Assembleia da República, que entrou em vigor no dia seguinte à sua publicação, estabelece como contraordenação grave a paragem e o estacionamento em lugar reservado a pessoa com deficiência condicionada na sua mobilidade.
Segundo a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), contraordenações graves são punidas com coima e com sanção acessória. Aquando da prática de uma contraordenação grave, na sua generalidade, são retirados dois pontos da carta de condução.
Uma outra lei, também publicada em Diário da República e que entrou em vigor a 05 de agosto, estabelece a obrigatoriedade de as entidades públicas assegurarem lugares de estacionamento para pessoas com deficiência.
De acordo com a lei da Assembleia da República, as entidades públicas que disponham de estacionamento destinado a utentes devem assegurar a disponibilização de lugares de estacionamento gratuitos para pessoas com deficiência, em número e características que cumpram as normas técnicas para melhoria da acessibilidade das pessoas com mobilidade condicionada.
As entidades públicas que não tenham estacionamento para utentes devem assegurar a disponibilização na via pública de lugares reservados para pessoas com deficiência.

Pág. 1 de 16

SER ASSOCIADO
Conheça as condições e todas as vantagens para se tornar nosso associado e colaborador. +info »

A PADARIA PORTUGUESA
A nossa revista, sempre útil com informações actualizadas na área. +info »

FALE CONNOSCO

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  N.º Verde 800 205 449
  239 833 099
 Rua de Tomar, 11
    Apartado 1050
    3001-501 Coimbra